2018 está terminando e se eu pegar a minha lista de metas, eu provavelmente ficarei decepcionada!

Não posso culpar nada e nem ninguém por esse ano não ter sido o meu melhor ano, é mais, eu também não posso me culpar… simplesmente não estive no meu melhor momento e até tentei parar para analizar e ver no que eu estava errando, e percebi que não estava errando em nada… eu apenas precisava passar por esse ano de tantas loucuras , emoções e sensações!

Sinto que eu me achei, me encontrei, conheci um pouco mais de mim… e ao mesmo tempo me perdi, me senti confusa e sem saber quem eu realmente era.

Eu agradeço muito a Deus por tudo o que eu tenho e por tudo o que eu conquistei nesse ano. Apesar de estar fisicamente longe da minha familia, eu tive a sensação de estar muito perto deles, pude ter uma conexão que eu nunca tinha tido na vida.

Aos meus 26 anos, percebi que é muito bom morar em outro país, conhecer outra cultura, fazer amizades de diferentes países… mas percebi que não existe nada melhor do que estar perto da familia, de querer poder estar nas festas, no fim de semana, de poder ir só dar um beijo e tomar um café da tarde… coisas simples, mas que antes eu não entendia o quão importante isso é para mim.

Assim como eu percebi que eu não sou uma pessoa materialista, que se move por dinheiro ou que poderia passar a perna nas pessoas para poder ser a melhor ou ter um cargo melhor. Eu também percebi nesse ano que eu não preciso me sentir pressionada pela sociedade, que a Ana é uma pessoa normal e que não é feita pelas coisas materiais, e que tudo bem eu não ter uma casa/apartamento, um carro e nem ganhar rios de dinheiro.

Enfim, eu só queria poder registrar ainda em 2018, que apesar de eu não ter alcançado todas as minhas metas, eu estou imensamente agradecida só pelo simples fato de ter podido VIVER, de acordar todos os dias, de poder falar com a minha VÓ todos os dias, de poder respirar, andar, falar…e isso é o que realmente importa.

Adeus ano velho, feliz ano novo!
Eu, minha vó e minha mãe ❤

Ter entendido isso, acho que foi o meu melhor aprendizado de 2018!

E você, o que aprendeu nesse ano de 2018?

Dejar un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *